9 de out de 2008

Davi, um homem segundo o coração de Deus

Pastor de ovelhas, combatente, compositor, cantor e rei, Davi é apontado na Bíblia como um homem que buscou tanto viver em sintonia com Deus quanto agradá-lo, a ponto de ser considerado, pelo próprio Deus, como um homem segundo o seu coração.


A vida de Davi nos mostra que Deus observa as pessoas não apenas e sua espiritualidade, mas também em suas funções e ofícios. Pessoas segundo o coração de Deus costumam ser trabalhadoras e responsáveis, ainda que estejam exercendo um ofício aparentemente sem grande reconhecimento. Mesmo tão novo, Davi deu mostras de que tinha grande responsabilidade na função que exerci, pois era um exímio pastor de ovelhas. Quando estava diante de Saul, ao se oferecer para enfrentar Golias, disse ao rei que matara um urso e um leão defendendo as ovelhas de seu pai.


A vida devocional de Davi também merece destaque. Ele não perdia uma oportunidade para adorar ao Senhor, cantar, compor salmos e festejar as vitórias que Deus lhe concedia. Certa vez, Davi celebrou ao Senhor pela vinda da Arca da aliança, e uma de suas esposas, Mical, filha de Saul, o desprezou em seu coração (2Sm 6.16). De forma curiosa, a Bíblia, nessa passagem, fala que Mical não teve filhos. Devemos ter cuidado para que uma vida sem adoração não nos torne pessoas estéreis.


Como Deus trata com o pecados de seus servos


A Bíblia trata de forma transparente sobre o erros daqueles que se relacionam com Deus. Davi ordenou o assassinato de um homem a fim de esconder seu próprio adultério, e isso já tendo outras mulheres. Quando houve um caso de incesto em seu lar, também não tomou nenhum atitude sobre essa situação, que culminou com a morte na família e a sua deposição temporária do reino de Israel. Deus repreendeu Davi de forma severa, não permitindo que a criança que nascera do adultério permanecesse viva. Após esse evento, como diz a Bíblia, a espada não se apartou da casa de Davi, e foi alto o preço pago pelo rei por não cuidar de sua família e não conter seus desejos sexuais. Deus não passa por cima dos pecados cometidos por seus servos, e julga nossas atitudes.


Diferente de seu antecessor, Saul, que não aceitava a repreensão nem mudada sua atitudes, Davi reconheceu seu erro, pediu a Deus o perdão necessário para sua vida. Há pessoas que são repreendidas pelo Senhor e ainda acham que estão certas naquilo que fizeram e que Deus tratou-as de forma injusta. Essa não é um atitude apropriada para aqueles que alegam ser segundo o coração de Deus. Se somos filhos, de acordo com Hebreus, devemos aceitar a repreensão do Senhor (Hb 12.5-8)

fonte: Revista Ensinador Cristão

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Recentes